CIÊNCIA

Material reciclável pode virar um paredão de som

O que você faria com papelão, bateria de celular, fios e fones usados? O estudante Carlos Henrique, 13, transforma tudo isso em paredões de som em miniatura. Ele aprendeu a montar as peças com o padrasto e expôs sua coleção pela segunda vez na Marco.

Estudante do 5º ano da Escola Municipal Professor Laércio Fernandes, ele ganhou destaque no estande da escola. O trabalho atraiu a atenção de várias pessoas pela criatividade e potência do som. “Esse trabalho é feito com MDF (madeira mais fina), papelão, massa corrida”, disse.

Carlos, que recicla os materiais fazendo arte. Ele começou a criar os paredões em 2013 e já tem em torno de 10 miniaturas. Com o apoio dos pais, ele confecciona os paredões em casa e na escola.

 “Meus pais me incentivam. A ideia veio deles. Quando estava observando o trabalho do meu pai que faz paredões de verdade, pensei, por que não fazer miniaturas do mesmo jeito? Daí comecei a criar as miniaturas com materiais reciclados” diz Carlos, que durante a Marco ensinou outras crianças e adolescentes a fazer peças como a que estava expondo.

*Colaborou Andrielle Mendes