SAÚDE

Projeto de extensão da UFRN promove testagem de doenças transmis

Quando foi a última vez que você fez algum teste de IST (infecção sexualmente transmissível)? A prevenção ainda continua sendo um dos melhores métodos contra doenças, e incentivar a testagem rápida, é uma das formas de descobri o problema e diagnosticá-lo a tempo, evitando assim um possível desenvolvimento ou contágio.
É com essa proposta, que o projeto de extensão PAS (Programa de Atendimento em Saúde) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), promoverá, no dia 16 deste mês, testagem rápida de HIV, sífilis e hepatite B e C. A testagem, que é ofertada desde março deste ano, é mais uma das ações do projeto, que também oferece distribuição de insumos (preservativos, lubrificantes, etc) e aconselhamento médico, funcionando, dessa forma, como um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA).
Atualmente, um dos maiores problemas de prevenção da AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é o diagnóstico tardio. E a testagem rápida é justamente, uma forma de reverter essa questão. Voltado para prevenção de ISTs, o projeto PAS existe desde 2013 e é direcionado para comunidade acadêmica, uma vez que o maior índice de contaminação de tais doenças se dá entre jovens de 15 à 24 anos. Porém algumas ações como as testagens, por exemplo, são oferecidas também ao público externo.
O projeto que recebe apoio da Progesp (Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas), DAS (Diretoria de Atenção à Saúde do Servidor) e da Secretaria Municipal de Saúde de Natal, oferece a testagem rápida todos os meses, geralmente na quinta-feira da última semana de cada mês. Em novembro, a testagem se dará das 13:30 às 18:00 horas no prédio da DAS. Para realizar os testes é necessário documento de identificação, e possuir mais de 18 anos.
Dezembro Vermelho
Em virtude do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado em primeiro de dezembro, o PAS promoverá, durante esse mês, uma série de ações a respeito do tema, como palestras, exposições de vídeos e rodas de conversas. Além disso, a testagem rápida será oferecida três vezes ao longo desse mês, nos dias 5,12 e 19.
Adotada no Brasil em 1988, a data tem por objetivo promover a reflexão a respeito do tema, estimular a solidariedade e combater o preconceito por meio do esclarecimento acerca do assunto