I SEMANA DE JORNALISMO

Penúltimo dia da 1ª Semana de Jornalismo movimenta UFRN

Próxima do fim, mas não menos movimentada, a 1ª Semana de Jornalismo continua trazendo experiências incríveis e participações exclusivas para os estudantes do Departamento de Comunicação. No período da tarde, foi difícil escolher entre as opções de atividade que ocorreram simultaneamente, a partir das 16h, um pouco mais tarde do que os outros dias.

Na sala 6, a jornalista Michelle Rincon, da InterTV Cabugi, comandou a oficina Ser Youtuber - 2ª edição. Para quem ainda não sabe, a também apresentadora possui um canal intitulado Mãe de Cinco na plataforma de vídeos. Além de falar um pouco sobre sua formação e carreira, Michelle deu continuidade a primeira edição da oficina, falando sobre dificuldades, motivações, inspirações e também respondendo a dúvidas sobre a ocupação.

Ao mesmo tempo, na sala 9, o Levante Popular da Juventude abriu um espaço para abordar a questão da agitação e propaganda dentro dos movimentos sociais. Com o auxílio das mídias digitais, foi possível conhecer um pouco do contexto histórico do tema dentro da organização e também de uma forma geral. Além disso, os participantes ainda puderam participar de uma oficina prática com direito a produção de faixa e colagem de lambe.

Para fechar a programação da tarde, sob a coordenação de Adriano Gomes, os professores Cézar Barros (FM Universitária), Ciro Pedrosa (94 FM), Hélcio Pacheco (Web Rádio Jamboo/UFRN) e Jefferson Rocha (UFRN) debateram as tendências e perspectivas do rádio na mesa redonda O radiojornalismo na era da internet. Dentre as temáticas debatidas, os ministrantes falaram sobre pesquisas acadêmicas e realidades do mercado de trabalho.

Quem pensa que a programação desta quinta acaba por aqui, ainda vai poder conferir a mostra de documentários a partir das 18h e a mesa redonda Condições de trabalho do jornalista potiguar com a professora Kênia Maia, a advogada Natália Sena e a jornalista Ana Paula Costa. Nesta sexta, o evento histórico se encerra com mais três oficinas, duas mesas redondas e ainda com o lançamento do e-book Jornalistas escritores do RN: entrevistas.