EDUCAÇÃO

XIII Seminário do Gesto aconteceu nesta sexta-feira

Capitalismo, democracia e os direitos sociais: contextos, diagnósticos e tendências. Este foi o tema do XIII Seminário do Gesto que aconteceu nesta sexta-feira (29), no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ciências Sociais Aplicadas (NEPSA) na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. As palestras se iniciaram às 14h30 e foram conduzidas por pesquisadores e professores do campo interno e externo à UFRN.

Henrique Wellen, professor da UFRN, discutiu a crise capitalista e as perspectivas emancipatórias. “No Brasil, a concentração de riqueza tem nome e sobrenome”, disse ele que também apontou a incapacidade de prover a quantidade de consumo pela quantidade de demanda como uma das características inerentes à crise.

Ronaldo Alencar, professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), abordou, por sua vez, a flexibilização das relações trabalhistas. Segundo o docente, as relações trabalhistas estão ligadas ao funcionamento das sociedades; contexto histórico, religioso e cultural, portanto, não relacionar ambas esferas é correr o risco de cair em um abstracionismo excessivo.