COMUNICAÇÃO

Agência Fotec celebra sua 10º edição na 21ª Cientec

Fundada e idealizada pelo professor Itamar Nobre, a Agência Fotec chega a sua 10ª edição e celebra a data com uma ampla cobertura à 21ª edição da Feira de Educação, Ciência e Tecnologia da UFRN (Cientec).

Os primeiros trabalhos desenvolvidos pela agência de comunicação foram realizados nas cidades de Macau e Santa Cruz, na cobertura de uma peça teatral no ano de 2006. No entanto, apenas em sua primeira participação na feira, a Fotec foi oficializada, contando com o auxílio de quatro membros, um estande e um computador. “O trabalho era executado por quatro pessoas. No final da feira, roubaram o computador e perdemos todas as fotos”, relembra Itamar.

Com o passar dos anos, as características inerentes à Fotec de 2006 foram gradativamente alteradas, com exceção, garante o professor, da identidade visual. Incorporando-se aos moldes do evento, as estruturas foram ampliadas e as equipes acompanharam a evolução.

Com 88 integrantes na cobertura de 2015, se há alguns anos existia exclusivamente a equipe de fotojornalismo, atualmente, todas as áreas da comunicação são contempladas e acessíveis aos alunos que desejam vivenciar este projeto experimental.

Para Tatiane Lima de Oliveira, que atua junto ao professor Itamar há sete anos, essa experiência contribuiu para sua descoberta profissional. “Foi a partir da Fotec que eu descobri o quanto a fotografia é importante para a sociedade e principalmente para mim, que antes funcionava como um hobby e que hoje eu trabalho com isso. Aprendi muitas técnicas e conceitos com as oficinas”, disse ela que estreou como repórter de texto/foto ainda no 3º período do curso de Jornalismo.

Sob outra ótica, Leila Cristina Bezerra e Mauro Terayama, estudantes do primeiro período, esperavam fugir da teoria maçante da sala de aula. “É uma oportunidade que nós, ainda iniciantes do curso, temos para aprender algumas técnicas e ferramentas, no meu caso, na fotografia”, disse Leila, que está trabalhando como fotodocumentarista. Para Mauro, a Fotec contribuiu para aperfeiçoar o ato de reportar. “A Fotec me mostrou os procedimentos que eu preciso realizar para ser repórter, que é algo que almejo antes e depois do curso”, relatou.

A equipe, além do professor, conta com a participação de cinco coordenadores adjuntos; Alice Andrade, Beatriz Lima, Ítalo Albano, Hiago Maciel e Tatiane Lima, fundamentais para a solidificação e efetivação dos trabalhos. “Eles são meus suportes, sem eles eu não conseguiria fazer nada”, declarou Itamar, que frisou ainda a satisfação em dar continuidade ao projeto. “Só sei que estou cansado quando me deito, mas tudo isso é revigorante”, finalizou.

A divisão da agência multimídia se divide em: assessoria de imprensa, reportagem de texto/foto, produção, videodocumentarismo, fotodocumentarismo, edição de vídeo e pauta, o permite que o objetivo do projeto seja efetivado.