TECNOLOGIA

Penso logo crio

Já pensou em controlar o portão da garagem com o próprio celular? Imprimir sua própria capinha de celular em uma impressora 3D? Desenvolver um sensor de postura? Estudantes de Ciência e Tecnologia da UFRN já, e trouxeram um pouco desse mundo para a CIENTEC 2015. Localizados no estande 67 do pavilhão 3, esses alunos apresentam a ideia de Cultura Maker associada à tecnologia com a intenção de apontar aos usuários uma nova visão dos processos produtivos, possibilitar uma alternativa aos produtos oferecidos por empresas e até mesmo  a criação de produtos próprios.

Em seu segundo ano na CIENTEC, os alunos apresentam para os visitantes, além de outros projetos, um sensor de postura em desenvolvimento. Intitulado “ALIMBA: Sensor de percepção de anormalidades na estrutura corporal com foco na postura lombar” que foi orientado por professores e fisioterapeutas e tem como criadora a aluna Indira dos Santos.

O responsável pela proposta é o Grupo de Integração Maker (GIM) da Escola de Ciência e Tecnologia e é composto por estudantes de engenharia de mecatrônica, telecomunicações, da computação, entre outras engenharias. O projeto anteriormente orientado pela professora Zulmara Virginia, hoje está sob o acompanhamento do professor Orivaldo Santana Júnior e oferece dinâmicas de produção e criação com o auxílio de tecnologias emancipadas como arduino, impressoras 3D e drones. A ideia é a do “Faça você mesmo” onde o indivíduo é protagonista dos processos de produção.

O projeto de extensão pretende levar ações de ensino de robótica e eletrônica para escolas públicas de ensino fundamental e médio com a intenção de familiarizar as crianças e adolescentes com esse tipo de conhecimento. O GIM também é responsável pela edição do Arduino Day  em Natal, e também em diversos estados brasileiros e vários países no mundo.